Apoio às Ações Estratégicas do SUS / Sala de Comando
Hospital Sírio-Libanês

Apoio às Ações Estratégicas do SUS / Sala de Comando
Sala de Comando
2018-2020

Apoio às Ações Estratégicas do SUS / Sala de Comando
Resumo
Os diversos sistemas do SUS registram e processam um número muito grande e variado de dados que, se extraídos e agrupados adequadamente, podem transformar-se em indicadores, trazendo informações relevantes e subsidiando melhor a gestão do SUS, traduzindo suas principais políticas ou portarias para adequado monitoramento.
A partir da construção de indicadores e a possibilidade de apresentação de forma sistematizada, em uma sala adequada, é possível um melhor acompanhamento e tomada de decisão no processo de gestão do SUS, possibilitando o uso mais adequado e racional dos recursos disponíveis.
Este projeto tem como objetivos o desenvolvimento de indicadores de saúde e apresentação dos mesmos em painéis em um espaço físico adequado e preparado com recursos tecnológicos, que facilitem a visualização e acesso de forma consolidada.
Através de um trabalho colaborativo entre a equipe do projeto do Hospital Sírio Libanês e os diversos departamentos da Secretaria de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde, foram definidas as informações relevantes que deveriam ser disponibilizadas nestes painéis.
Os principais participantes deste projeto são a Secretaria de Atenção Especializada à Saúde do Ministério da Saúde, seus departamentos e respectivas coordenações e a equipe do Hospital Sírio Libanês, composta de profissionais especialistas em saúde, tecnologia e informática em saúde.

Introdução
Atualmente, em termos gerais, os dados encontram-se armazenados de modo dispersos em diferentes sistemas e aplicativos, onde são coletados. Estes dados, se extraídos de seus repositórios originais e tratados de modo a serem agrupados e relacionados adequadamente, podem fornecer informações relevantes para monitoramento, gestão e tomada de decisão.
Não é diferente para os dados dos sistemas do DATASUS armazenados nos diferentes sistemas utilizados nos processos do SUS.
A possibilidade de acesso as informações estratégicas de modo consolidado e com diferentes visões permite às equipes dos departamentos da SAES (Secretaria de Atenção Especializada à Saúde) um melhor acompanhamento da aderência dos indicadores às políticas, programas e portarias, possibilitando avaliar o resultado das ações tomadas, bem como a necessidade de novas ações.
Adicionalmente, de um modo geral, os painéis auxiliam nas análises e direcionamentos, a partir das informações apresentadas, sempre com o objetivo de auxiliar na tomada de decisão com o foco em melhor utilização dos recursos.

Objetivo
Apoiar o Ministério da Saúde na implantação de indicadores estratégicos de relevância para acompanhamento centralizado das ações relacionadas à saúde, capacitar uma equipe de operação e controle da Sala física com seus componentes e tecnologia e implantar ferramentas que suportem os diversos gestores, em suas esferas de atuação, no processo de tomada de decisão.


Métodos

Para a concepção e definição dos indicadores estratégicos foi mantida a metodologia própria desenvolvida pelo Hospital Sírio Libanês, evoluindo aquela adotada no PROADI do triênio anterior, utilizando conceitos tanto do mercado de saúde, especialmente relacionados à avaliação de qualidade como elemento central e direcionador das ações, bem como métodos e padrões de boas práticas adotadas pelo mercado em geral, para melhor condução de projetos.

A estruturação da expansão do projeto da Sala de Comando se apoiará na tríade PESSOAS, PROCESSOS e TECNOLOGIA.

Adotar-se-á o formato de orientação para tomada de decisão a partir da análise dos dados. Entende-se que quando a organização utiliza dados para entender as possibilidades do mercado no qual ela está inserida, assim como gargalos/vazios identificados, consegue melhor definir estratégias coerentes com cada cenário, orientando a tomada de decisões. Uma gestão baseada em dados avalia informações relevantes para responder com mais precisão e velocidade as demandas, além de aprimorar seus processos, orientar a alocação de recursos de forma mais assertiva e transparência nas ações e clareza das informações.



Resultados

- Entrega da sala física com recursos tecnológicos para apresentação dos indicadores e que permite realização de vídeo conferências viabilizando reuniões virtuais. Já foram mais de 353 acessos feitos pelos gestores de saúde, só em 2019, e uso maciço durante o período da pandemia dos painéis disponibilizados além das diversas reuniões virtuais de trabalho e apoio a decisão.
- Entrega de 7 painéis exploratórios, com 76 indicadores cada um nas áreas de Atenção Básica, Atenção Especializada, Atenção Hospitalar, Urgência/Emergência, Produção hospitalar e Produção ambulatorial, com foco na alta e média complexidade, e painéis específicos para o projeto Lean nas Emergências e apoio as ações relacionadas a COVID-19.



Liderança

Alex Ricardo Martins - Gerente de Projetos
Renata Mattos - Coordenadora de Projetos



Equipe

Ailton Bomfim Brandao Junior - Patrocinador do Projeto

Núbia Viana – Especialista em Informática em Sáude

Lutz Elizabeth Kaune Saint Clair - Especialista de Dados



Colaboração


Área Técnica
Secretaria de Atenção Especializada à Saúde (SAES) 
Ministério da Saúde

INDICADORES

CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando