Terminologias de medicamentos
Hospital Sírio-Libanês

Terminologias de medicamentos
Terminologias
2018-2020

Terminologias de medicamentos
Resumo

A adoção de padrões em Informática em Saúde, como o ISO IDMP (Identificação de Produtos Medicinais), impacta positivamente a saúde pública e a segurança da população, uma vez que possibilita a tomada de decisões regulatórias de forma mais rápida, com redução de custos e aumento da eficiência do processo de registro e pós registro de medicamentos, por meio de dados mais íntegros e de maior qualidade.

Como os produtos medicinais podem ser originados por composições bastante complexas, com elementos produzidos por diferentes fornecedores, em diferentes lugares do mundo, o rastreio de eventos relacionados a medicamentos é especialmente difícil.

A padronização de dados possibilita a troca eletrônica de informações sobre produtos medicinais entre estados e países e facilita a gestão adequada de suas informações, permitindo a identificação de cada elemento envolvido na sua composição para que produtos de baixa qualidade ou com desvio de qualidade sejam rastreados e retirados de circulação de forma ágil e ainda possibilita a diminuição do tempo de espera para comercialização de novos produtos com qualidade para a população.

Assim, o objetivo do projeto é apoiar a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na adoção do padrão ISO IDMP no Brasil, promovendo recursos para aumentar a segurança na utilização de medicamentos.

Saiba mais sobre o projeto:





Introdução
O padrão ISO IDMP (Identificação de Produtos Medicinais) é um conjunto de normas internacionais de Informática em Saúde que especifica a estrutura de dados necessários para a troca de informações sobre medicamentos, de forma única e universal, evolvendo todo o seu ciclo de vida, ou seja, ensaios clínicos, registro, comercialização, prescrição, administração e farmacovigilância.

Com a sua adoção pelo Brasil, será possível aumentar o controle sobre os medicamentos utilizados em todo o território nacional, aumentando a segurança da população por meio de dados atualizados, íntegros e confiáveis que permitirão o monitoramento mais preciso de produtos medicinais e seus insumos.

Desta forma, o projeto apoia a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na adoção do padrão ISO IDMP, promovendo um alinhamento da agência com iniciativas globais.


Métodos
Trata-se de um projeto de consultoria que reúne farmacêuticos, especialistas em Informática em Saúde e profissionais de Tecnologia da Informação do Hospital Sírio Libanês, consultores de notório saber na área e profissionais da Anvisa.

O projeto segue a estratégia SPOR – acrônimo para Organizações, Referências,  Substâncias e Produtos,  baseada na experiência da Agência Europeia de Medicamentos (EMA - www.ema.europa.eu), e propõe adoção gradual do modelo de informação. Para o desenvolvimento da estratégia, é necessário o envolvimento de todos os participantes, tais como profissionais de saúde, indústrias farmacêuticas, governos, agências reguladoras, entre outros.

As atividades da equipe desenvolvem-se por meio de estudo dos padrões de Informática em Saúde, especificação de arquitetura de dados e elaboração de propostas de governança de modo a viabilizar a adoção do padrão ISO IDMP no Brasil. Ainda, são realizadas reuniões de trabalho envolvendo profissionais do Hospital Sírio Libanês e membros da Anvisa e estão programados workshops colaborativos com diversos profissionais da área ao longo dos próximos meses.



Resultados

O projeto Terminologia de Medicamentos encontra-se 74% concluído. No ano de 2019, o principal foco das entregas esteve centrado nas fases de Organizações e Referências, que são as duas primeiras etapas da estratégia faseada denominada SPOR – acrônimo para Substâncias, Produtos, Organizações e Referências. No primeiro semestre do ano 2020 foram concluídas as entregas da fase de Substâncias e iniciadas as atividades para as entregas da fase Produtos.


Além da entrega dos documentos referentes a estas etapas, a equipe também tem apoiado a Anvisa no desenvolvimento de um novo software que dará suporte para as atividades de vigilância sanitária e participou da 8ª Semana do Conhecimento da Anvisa, integrando o painel “Como utilizar dados do mundo real para regulação baseada em evidências” e apresentando o workshop “Regulação Digital – Introdução ao Padrão IDMP”.



Liderança

Alex Ricardo Martins, Hospital Sírio-Libanês (https://www.linkedin.com/in/alexricardomartins/)

Renata Rodrigues de Mattos, Hospital Sírio-Libanês (https://www.linkedin.com/in/renata-rmattos/)

Patrocinador: Ailton Bomfim Brandão Junior, Hospital Sírio-Libanês (https://www.linkedin.com/in/ailtonbrandao/)



Equipe

Prof.ª Dra. Beatriz Leão, Hospital Sírio-Libanês (http://lattes.cnpq.br/3263401403625735)

Débora Patricio Silva, Hospital Sírio-Libanês (https://www.linkedin.com/in/déborapatricio)

Dr. Eugênio Neves, Hospital Sírio-Libanês (http://lattes.cnpq.br/4786326933342613)

Prof.ª Dra. Heimar Marin, Hospital Sírio-Libanês (http://lattes.cnpq.br/5458785300394469)

Louise Lira Pavini, Hospital Sírio-Libanês (https://www.linkedin.com/in/llpavini/)

Monalisa de Assis Molla, Hospital Sírio-Libanês (https://www.linkedin.com/in/monalisa-de-assis-molla-moaassis)

Vanderson Paim, Hospital Sírio-Libanês (https://www.linkedin.com/in/vanderson-paim-4a680538/)



Colaboração


Área Técnica

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa

 



INDICADORES

CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando