Regula Mais Brasil Colaborativo
Hospital Moinhos de Vento

Regula Mais Brasil Colaborativo
Regula Mais Brasil
2018-2020

Regula Mais Brasil Colaborativo
Resumo
O Regula Mais Brasil é um projeto que utiliza a regulação remota para avaliação, com base em protocolos, dos encaminhamentos para consultas médicas especializadas feitos via SISREG (Sistema Nacional de Regulação) pelos médicos das Unidades Básicas de Saúde.  

O Regula Mais Brasil tem como objetivo evitar encaminhamentos desnecessários dos pacientes aos médicos especialistas e a redução no tempo de espera para consulta  nos serviços de Atenção Secundária. A ação aumenta ainda a taxa de resolução dos casos sensíveis na própria Unidade de Saúde, e ajuda a capacitar os médicos da Atenção Primária à Saúde com a discussão de casos através do canal
de telessaúde (0800 644 6543 – opção 2).

O projeto Regula Mais Brasil Colaborativo começou a atuar na localidade de Recife em maio de 2020. A equipe do Hospital Moinhos de Vento atua de forma colaborativa com os demais hospitais na telerregulação das especialidades de Cardiologia, Neurologia, Endocrinologia, Traumato-Ortopedia e Reumatologia, e realiza teleconsultas nas especialidades de Cardiologia e Neurologia.


Introdução
A Atenção Primária à Saúde (APS) é a principal porta de entrada e o centro articulador do acesso dos usuários ao Sistema Único de Saúde (SUS) e às Redes de Atenção à Saúde, orientada pelos princípios da universalidade, equidade, integralidade de assistência, preservação da autonomia, direito à informação, participação da comunidade e descentralização político-administrativa. No entanto, as demandas dos serviços de APS aumentaram em todo o país nos últimos anos e a resolutividade dos serviços não evoluiu na mesma proporção. A iniciativa de mudança é liderada pelo time do projeto Regula Mais Brasil, realizado de forma colaborativa pelos hospitais membros do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS): Hospital Alemão Oswaldo Cruz, HCor, Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Moinhos de Vento e Hospital Sírio-Libanês.

O projeto Regula mais Brasil vem, através da telessaúde, capacitar e auxiliar os médicos da APS no cuidado aos pacientes, com o objetivo de
evitar o encaminhamento desnecessário aos serviços especializados e a reduzir o tempo de espera para consulta com os médicos especialistas.

As principais contribuições esperadas para o SUS são: fortalecimento das Redes de Atenção à Saúde, aumento da resolutividade da APS, redução da demanda por serviços especializados, melhora na qualidade de novos encaminhamentos, redução do tempo de espera para consultas especializadas e priorização adequada dos atendimentos necessários.

O projeto atua em Porto Alegre, Belo Horizonte, Distrito Federal, Amazonas e, mais recentemente, em Recife. A equipe do Hospital Moinhos de Vento atua em Recife, de forma colaborativa com os demais hospitais na telerregulação das especialidades de Cardiologia, Neurologia, Endocrinologia, Traumato-Ortopedia e Reumatologia, e realiza teleconsultas nas especialidades de Cardiologia e Neurologia.


Métodos
No projeto Regula Mais Brasil, os médicos teleconsultores avaliam a necessidade de atendimento especializado e conforme a prioridade, fazem a regulação dos encaminhamentos inseridos no SISREG (Sistema Nacional de Regulação) para o atendimento especializado. A telerregulação também pode ser feita a partir da teleconsultoria - a discussão de um caso clínico entre o médico assistente e o médico teleconsultor do projeto. Nesse processo, a prioridade do encaminhamento é adequada à gravidade da condição clínica do paciente, transformando as filas de espera em uma lista de acesso qualificada. Com o auxílio do canal de telessaúde (0800 644 6543 – opção 2) os médicos da APS podem discutir os casos de regulação ou o manejo de condições clínicas dos pacientes com os teleconsultores.
 
Atualmente, o Regula Mais Brasil Colaborativo atua na regulação das listas de encaminhamentos para as especialidades de Neurologia, Endocrinologia, Traumato-Ortopedia, Reumatologia e Cardiologia, priorizando, neste momento de Pandemia, o agendamento de teleconsultas.
 
A teleconsulta é realizada por videochamada ou telefone. Durante o atendimento, o médico pode ajustar o tratamento do paciente, fazer prescrições eletrônicas, solicitar exames, encaminhar para outras especialidades ou orientar o retorno do cuidado nos serviços de APS. 
 
Caso seja identificado que o paciente precisa da consulta presencial, os teleconsultores direcionam o caso, com a prioridade adequada e com as devidas orientações registradas no SISREG. Os casos sensíveis à APS e que não necessitam de avaliação especializada, são redirecionados para o médico generalista da Unidade Básica de Saúde.  
 
Para avaliação de indicadores, serão medidos o volume de regulações, a taxa de sucesso de teleconsultas, as ações de regulação, as ações de teleconsulta e teleconsultoria, os efeitos das ações de regulação da lista de espera e a satisfação do usuário diretamente atendido pelo projeto.


Resultados
O Regula Mais Brasil ajuda a diminuir o tempo de espera para consulta com o especialista e contribui para aumentar a resolutividade da Atenção Primária à Saúde.

O projeto Regula Mais Colaborativo começou a atuar na localidade de Recife na segunda quinzena de maio de 2020,
disponibilizando telerregulações, teleconsultorias e, pela primeira vez, teleconsultas especializadas.

Os resultados do projeto têm confirmado a efetividade da estratégia do uso da Telessaúde como apoio à regulação.

Desde a implementação do Regula Mais Brasil Colaborativo, a equipe do Hospital Moinhos de Vento realizou, em Recife, 9.078 ações de regulação nas especialidades de Cardiologia, Neurologia, Ortopedia e Traumatologia, Endocrinologia, Reumatologia e Psiquiatria; e 614 teleconsultas, sendo 431 (70,2%) de Cardiologia e 183 (29,8%) de Neurologia.  

No projeto Regula Mais Colaborativo, em Recife, 12.289 casos foram elegíveis para teleconsulta e 1.705 teleconsultas foram realizadas. As taxas de insucesso no contato com os pacientes (54,6%), as recusas para a teleconsulta (21%), assim como as de absenteísmo para teleconsulta (22,9%) ainda são altas.


Liderança
CAMILA FURTADO DE SOUZA - Hospital Moinhos de Vento  - http://lattes.cnpq.br/1124751257219887

Equipe
ADRIANE LIMA - Hospital Moinhos de Vento

ANDERSON ROSA DOS REIS - Hospital Moinhos de Vento

CARLOS EDUARDO ALVES BATISTA - Hospital Moinhos de Vento - http://lattes.cnpq.br/5855584448474410

CAROLINE REIS GERHARDT - Hospital Moinhos de Vento - http://lattes.cnpq.br/2319063098912562 

DÉBORA DREHER NABINGER - Hospital Moinhos de Vento - http://lattes.cnpq.br/9478637962589665

DÉBORA HOFFMANN LORO - Hospital Moinhos de Vento - http://lattes.cnpq.br/6506149789416648

LAURIANE DEBIASI - Hospital Moinhos de Vento

LÚCIA SCHNOR HAYGERT - Hospital Moinhos de Vento - http://lattes.cnpq.br/2317479662701692

MARCELO DE SOUZA GUAYCURUS - Hospital Moinhos de Vento

THAÍS ROSSATO ARRAIS - Hospital Moinhos de Vento - http://lattes.cnpq.br/9001973446485200

Colaboração
TelessaúdeRS - UFRGS

Área Técnica
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS

INDICADORES

Você conhece o Regula Mais Brasil?

GALERIA DE FOTOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Regula Mais Brasil bate a marca de mil teleconsultas
11.09.2020
Regula Mais Brasil bate a marca de mil teleconsultas

Desde abril, o Regula Mais Brasil, do PROADI-SUS, tem atuado com um escopo ampliado em difer...

CONHEÇA OUTROS PROJETOS
Processando