Voltar

NOTÍCIAS

13.05.2021 - Editado em 13.05.2021 - Compartilhar:
Projeto do PROADI-SUS executado pelo Hospital Moinhos de Vento demonstra como a vacinação para o HPV fica cada vez mais relevante no Brasil

Liderado pelo Hospital Moinhos de Vento por meio do PROADI-SUS, o  Estudo epidemiológico sobre prevalência nacional de infecção pelo HPV foi publicado pela revista Vaccine, uma referência editorial em pesquisa de vacinas e campanhas de imunizações no mundo.

De acordo com o estudo, o uso de vacina quadrivalente diminuiu pela metade os casos de infecção pelos tipos de HPV contidos na vacina (HPV 6, 11, 16 e 18). Outro resultado animador foi a redução de 2/3 da incidência do HPV 16 - considerado o mais grave - entre os imunizados. 

Os resultados, segundo Eliana Wendland, coordenadora da iniciativa, mostram a efetividade na estratégia de vacinação e devem ajudar a direcionar as políticas públicas de combate ao HPV no Brasil. Além disso, fortalece o controle do câncer de útero e outras patologias associadas  à doença.  

O projeto conta com três estudos epidemiológicos: o POP-Brasil, que monitora o impacto da vacinação contra o vírus; o SMESH, que monitora a prevalência de HPV em populações de alto risco; e o STOP-HPV, que avalia a associação de HPV e câncer de cabeça e pescoço.

A Vaccine é a principal revista dirigida a profissionais médicos interessados ​​em vacinas. É o jornal oficial da The Edward Jenner Society e The Japanese Society for Vaccinology – institutos que acompanham políticas de vacinação em todo mundo – e é publicado pela Elsevier.

Projeto do PROADI-SUS executado pelo Hospital Moinhos de Vento demonstra como a vacinação para o HPV fica cada vez mais relevante no Brasil
Processando