Voltar

NOTÍCIAS

16.08.2021 - Editado em 16.08.2021 - Compartilhar:
Hospital Alemão Oswaldo Cruz oferece cursos gratuitos voltados para avaliação de tecnologias em saúde

A fim de fortalecer a área de Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) no Brasil, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz conduz o Projeto Desenvolvimento da Avaliação de Tecnologias em Saúde (DATS) por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS). Visando levar informações a pacientes e outros interessados no processo de incorporação de tecnologias no SUS, bem como capacitar profissionais da saúde, a iniciativa disponibiliza quatro cursos diferentes, desde ensinamentos básicos até conhecimentos avançados de ATS.

De acordo com a coordenadora técnica do projeto DATS, Cleusa Ferri, este “projeto oferece diversos cursos para pessoas com diversos níveis de conhecimento sobre Avaliação de Tecnologias em Saúde, que se tornou indispensável para a tomada de decisão sobre a incorporação de tecnologias em saúde no SUS. O curso introdutório que é voltado para pacientes, pessoas que trabalham no judiciário, e outros profissionais iniciantes no tema, visa sensibilizar este público de como esses estudos são feitos e a sua importância para a tomada de decisão”. Ainda destaca que “a oficina de capacitação em metodologia GRADE, o curso sobre Pareceres Técnico-Científicos (PTC), o MBA em ATS e Economia da Saúde, o programa da Escola de Altos Estudos, assim como as Diretrizes Metodológicas, são voltados a profissionais que já trabalham na área e que querem avançar nesse conhecimento”.

Segundo o gerente de pesquisa de projetos da Responsabilidade Social do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Haliton Oliveira, “os registros de novos medicamentos e produtos para a saúde, gerados localmente ou em outro país, passam pela avaliação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas como avaliar se é possível assumir o custo adicional de novas tecnologias em um sistema único de saúde, levando em conta também a custo-efetividade e as necessidades e perspectivas de seus usuários? O programa visa oferecer ferramentas para que profissionais da área consigam fazer essa avaliação”.  “O programa vai além da capacitação, a iniciativa visa também orientar os profissionais sobre a elaboração de diretrizes que determinam como um estudo deve ser feito e quais as regras a serem seguidas, focando em garantir a homogeneidade nas entregas para o Ministério da Saúde”, completa Haliton.

Acoordenadora administrativa do projeto DATS, Lígia Spinel, destaca a importância de levar acesso a áreas carentes de conhecimento avançado, como as regiões norte, centro-oeste e nordeste do país. “De um lado, o projeto levará informações sobre a importância da ATS na tomada de decisão em saúde. Por outro, irá fomentar iniciativas de ATS no âmbito do SUS, levando acesso à saúde aos pacientes da rede pública”, afirma Lígia.

O MBA em Avaliação de Tecnologias em Saúde, que já está em sua sétima edição e é o mais concorrido, disponibiliza 30 vagas e foca em revisão sistemática e avaliação econômica. Já na Escola de Altos Estudos, os alunos terão a oportunidade de interagirem com pesquisadores renomados, nacionais e internacionais, para aprofundar os conhecimentos, trocar experiências e debater sobre assuntos da área.

Cursos de qualificação:

  • As iniciativas educacionais (cursos) que serão ofertadas:
  • Curso Introdutório de Avaliação de Tecnologias em Saúde;
  • Oficina de Capacitação em metodologia GRADE;
  • Curso de Capacitação para Elaboração de Parecer Técnico Científico (PTC);
  • Escola de Altos Estudos;
  • MBA em Avaliação de Tecnologias em Saúde.

Os interessados de qualquer parte do Brasil podem realizar sua inscrição. Para mais informações, acesse: https://proadi-sus.org.br/projetos/84/dats

Hospital Alemão Oswaldo Cruz oferece cursos gratuitos voltados para avaliação de tecnologias em saúde
Processando