Voltar

NOTÍCIAS

17.11.2021 - Editado em 17.11.2021 - Compartilhar:
Projeto Lean nas Emergências do PROADI-SUS, conduzido pelo Hospital Sírio Libanês, vence Prêmio Kaizen Brasil

O projeto Lean nas Emergências, que tem como objetivo reduzir a superlotação de hospitais públicos e filantrópicos, agilizando o atendimento e o tempo de atravessamento do paciente nas emergências e prontos-socorros do Sistema Único de Saúde (SUS), recebe o prêmio Kaizen Brasil na Categoria Especial: Excelência na aplicação Kaizen na saúde pública. A premiação destaca as organizações e seus projetos nacionais, como exemplo de boas práticas em melhoria contínua que aplicam a metodologia Kaizen. No Brasil, a premiação é realizada há seis anos em parceria com a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), Fundação Vanzolini, Instituto Mauá de Tecnologia e Fundação Instituto de Administração (FIA). 

Marco Saavedra Bravo, gerente do projeto Lean nas Emergências – conduzido pelo Hospital Sírio-Libanês por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS) e em parceria com o Ministério da Saúde (MS) –, afirma que a premiação é resultado da consolidação da cultura de transformação Lean no ambiente hospitalar.  

“Recebemos esse prêmio com muita satisfação pelo reconhecimento do nosso trabalho, que engloba esforços de outros profissionais envolvidos nesse processo e agradecemos os demais hospitais do SUS. Essas instituições de saúde se comprometem a implementar as melhorias propostas de braços abertos a fim de reduzir a superlotação dos serviços de urgência e emergência, que é um fator que impacta todo o sistema de saúde”, afirma.

“Nesse contexto, são utilizadas metodologias estruturadas de gestão para otimização de tempo, recursos e espaço, garantindo mais agilidade e segurança no atendimento. Por isso, estamos muito satisfeitos com os resultados que impactam de forma direta a população”, completa Marco. Ainda explica que a metodologia Lean provoca uma verdadeira mudança de cultura nos hospitais participantes e mostra que é possível agregar valor aos processos intra-hospitalares.

Principais resultados do projeto Lean nas Emergências

Desde o início do projeto, em 2018, a iniciativa já passou por 100 hospitais em 24 estados brasileiros. As instituições participantes do Lean nas Emergências são escolhidas pelo Ministério da Saúde junto ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), e são acompanhadas por um período de seis meses.

O Lean nas Emergências promoveu uma redução média de 38% na superlotação (NEDOCS) – entre esse total, pacientes internados reduziram em 41% o tempo de permanência no hospital e pacientes que passaram por serviços de urgência, que não precisaram ser internados, reduziram em 27%. Com base nesses dados, a estimativa é que o projeto viabilize o aumento de quase 30 mil atendimentos por mês pelo pronto atendimento, evitando mais de 6,5 mil mortes.

Projeto Lean nas Emergências do PROADI-SUS, conduzido pelo Hospital Sírio Libanês, vence Prêmio Kaizen Brasil
Processando